Carrinho

Ver iten(s)

7 dicas para evitar assaduras causadas pela corrida

Esse problema acontece com a maioria dos corredores e decidimos trazer algumas dicas sobre o assunto

21/9/2021

Basicamente todo corredor já sofreu com assaduras causadas durante algum treino. Além de doer, esse problema pode te afastar de treinos e, quem sabe, até de provas.

Não importa o tamanho do ponto de fricção, qualquer um é o suficiente para incomodar e, para evitar isso, é necessário tomar alguns cuidados durante a corrida. Pensando nisso, trouxemos sete dicas de como diminuir os problemas causados e outras informações importantes sobre o assunto.

Atrito, o que é?. 1

Como evitar o atrito. 2

Hidratação. 2

Vestimenta. 2

Lubrificação. 2

Estabilização. 2

Costuras. 3

Roupa. 3

Roupas íntimas. 3

Quais partes do corpo mais sofrem?. 3

Virilha. 3

Mamilos. 4

Coxas. 4

Axilas. 4

Como tratar?. 4

Tome um banho. 5

Diminua o atrito. 5

Trate corretamente. 5

Descanse. 5

Atenção. 5

Atrito, o que é?

Por conta de alguma fricção a pele pode começar a ter uma certa irritação, isso é o chamado atrito. Essa fricção geralmente é causada pela pele sobre a pele ou pelo tecido da roupa na pele.

Depois de um tempo, esse atrito pode chegar a causar erupções cutâneas, bolhas e até deixar seu corpo em “carne viva”.

Existem vários motivos pelos quais esses pontos de atrito aparecem, entre eles estão o vestuário num tamanho errado ou feito de tecido que não consegue “administrar” direito o suor, ou seja, que não consegue espalhar direito o suor pela superfície da camiseta para secar mais rapidamente. O clima quente e úmido em algumas cidades, o suor, a sensibilidade da pele. Músculos muito grandes ou peso extra...

Para saber se você está começando a ter algum ponto de atrito, preste atenção na aparição de algum ponto quente na sua pele. É importante pegar esse ponto no começo para ser mais fácil de tratar e impedir um efeito “bola de neve”. Por isso, quando você sentir esse ponto quente, verifique a área, caso estiver vermelha e irritada, pare um tempo para resolver o problema.

Mas, primeiro, vou dar as cinco dicas para que você consiga evitar o problema ao invés de ter que tirar um tempo para resolver o mesmo.

Como evitar o atrito

Hidratação

Não servindo apenas para manter a temperatura corporal durante a corrida, a água também serve para diminuir a concentração de sal no suor. Esse sal, quando muito concentrado, irrita a pele e pode ser o culpado pelo atrito.

Vestimenta

Por mais confortáveis que sejam as roupas de algodão, prefira utilizar roupas feitos com tecidos sintéticos ou de lã quando for treinar. O algodão é um tecido que retém muito o seu suor, isso pode fazer com que o tecido, além de pesar e atrapalhar seu exercício físico, ainda cause fricção.

Lubrificação

Existem muitos produtos criados para evitar as assaduras, geralmente são criados como lubrificantes. É importante ler as instruções, mas, no geral, basta aplicar o produto nas áreas corporais que sofrem do atrito.

Estabilização

Por conta da movimentação causada pela corrida, muitas vezes a mochila ou a pochete se deslocam muito durante o exercício físico. Isso pode causar fricção em lugares como a cintura, as costas e ombros. Para evitar isso, existe a possibilidade de apertar bem as alças da mochila para limitar a movimentação da mochila ou então, utilizar cintos de corrida, que ficam justos contra o corpo e, além de serem seguros, ainda não se movimentam com o movimento corporal.

Costuras

Uma das coisas que mais causam assadura é o contato da costura da peça de corrida com a pele, por isso, é importante sempre procurar roupas que tenham poucas costuras, principalmente em lugares do corpo que roçam contra outra parte do corpo, como a parte interna das coxas. É por isso que as bermudas e leggings da Ciacool tem um molde que não contém costuras na parte interna da perna.

Roupa

Utilizar roupas específicas para corrida é fundamental para evitar diversas lesões durante o exercício, nesse caso não seria diferente.

Roupas muito largas também são um problema, é interessante utilizar roupas que colem melhor ao corpo, caso queira usar roupas mais largas por não se sentir confortável utilizando roupas justas, certifique-se de, pelo menos, colocar uma bermuda mais justa por baixo e um top esportivo.

Um sutiã comum, além de muitas vezes não sustentar os seios da forma correta, ainda pode entrar na pele caso estiverem apertadas demais. O mesmo acontece com as calcinhas, caso elas não forem ideais para corrida, elas podem acabar cortando a virilha ou a parte interior da coxa.

Roupas íntimas

Para pessoas que não estão acostumadas com a corrida ou com o mundo que engloba ela, pode parecer estranho não utilizar roupa íntima durante os treinos, porém isso é mais comum do que se imagina. Muitas mulheres – e alguns homens – preferem utilizar as roupas de compressão sem nada por baixo exatamente para evitar o problema das assaduras.

Outra possibilidade é utilizar peças de roupa de corrida que já vem com a peça íntima embutida.

Para saber qual é a melhor opção para você, o mais indicado é fazer testes e ver qual funciona melhor.

Quais partes do corpo mais sofrem?

Existem quatro partes do corpo que mais sofrem com o atrito, justamente por serem locais que roçam com outra parte do corpo ou com o tecido da roupa. Cada um dos pontos tem uma forma diferente de prevenção.

Virilha

Como já dito, uma calcinha muito apertada pode acabar friccionando tanto a parte da virilha que pode chegar a cortar a mesma, justamente pelo atrito entre peles que acontece ali. Para prevenir isso, utilize a calcinha adequada (ou nenhuma) como já dito anteriormente. Além disso, prefira roupas que tenham uma alta elasticidade e que se ajustem bem ao corpo.

Para completar, procure algum tipo de lubrificante para aplicar nas partes da virilha que tem maior contato com as costuras da roupa íntima.

Mamilos

As mulheres geralmente utilizam tops esportivos que ajudam a evitar o contato do mamilo com o tecido da camiseta ou regata usada. Para os homens, no entanto, os mamilos tem muito contato com o tecido das roupas e, dependendo do tempo que essa fricção ocorrer, pode chegar até a sangrar. Nesses casos, o recomendado é utilizar algum tipo de lubrificante no local. Também é possível colocar alguma coisa para cobrir os mamilos, como uma bandagem comum ou uma bandagem projetada especialmente para isso.

Coxas

Como você já deve imaginar, esfregar uma coxa na outra é muito comum durante a corrida, para evitar, utilize lubrificante na área e para completar, preste atenção nas costuras da calça, como já mencionado anteriormente.

O ideal é escolher roupas que não tenham as costuras na parte interior da coxa.

Axilas

Novamente, um local do corpo que sofre de muito contato entre pele, mas, nesse caso, também existe a possibilidade de o problema ser causado pela costura do top ou da camiseta. Para evitar, aplique lubrificante e observe se a camiseta está servindo corretamente. Prefira camisetas com as mangas justas e um pouco mais compridas, que cheguem até no mínimo um terço do seu braço. Além disso, na parte da axila em si é interessante que não tenha nenhuma costura que possa causar atrito na região e que a camiseta fique justa contra a axila.

Como tratar?

Às vezes mesmo com todo o cuidado do mundo a gente acaba sofrendo de assaduras de qualquer forma. Como dito no começo do post, é importante que você perceba o início de uma assadura para ser mais fácil de tratar do problema.

Em alguns casos pode ser necessário fazer uma consulta médica, principalmente se a pessoa não perceber no começo ou se, mesmo percebendo, ela continuar como se nada tivesse acontecido.

Para diminuir o problema existem algumas dicas:

Tome um banho

Com água morna e sabão, lave a área assada para retirar o sal e outras partículas, provavelmente essa parte vai doer um pouco dependendo da gravidade da assadura, porém é muito importante que isso seja feito.

Diminua o atrito

Algumas coisas podem ajudar nisso, você pode colocar uma roupa mais larga para evitar que o tecido fique esfregando no machucado, secar a área e aplicar um lubrificante.

Trate corretamente

A assadura pode ser vista como mais ou menos uma pequena queimadura, então, assim como na queimadura, é indicado utilizar um pouco de gaze antiaderente.

Descanse

Permita que seu corpo faça o trabalho de recuperação da área, para isso, pause seus treinos e cuide-se, assim seu corpo vai ter tempo para se recuperar totalmente e, antes que você imagina, você já vai estar bem para voltar à corrida.

Atenção

É importante lembrar que dependendo da gravidade da assadura, é muito importante que um médico seja contatado. Principalmente em casos de sangramento, dores fortes ou inchaços.


Compartilhe nas redes sociais: