Carrinho

Ver iten(s)

Meditar enquanto corre? Sim, é possível!

Os benefícios da meditação vão muito além da corrida, mas ela pode ser aliada da atividade

16/9/2020

Se engana quem acha que a meditação se resume a ficar parado tentando não pensar. Algumas pessoas aderiram à técnica de meditação enquanto corre, seja por ser o momento que melhor consegue se concentrar ou ser o único momento livre dentro de uma rotina cheia e estressante.

Mas como funciona a meditação com corrida?

Quais são os benefícios da meditação?

  1. Diminui o estresse
  2. Você consegue fazer mais tarefas em um ambiente estressante
  3. Seu sistema imunológico fica mais forte
  4. Em adolescentes, reduz a chance de aparecerem sintomas relacionadas à depressão
  5. Melhora o sono
  6. Melhora a cognição
  7. Sua memória fica melhor e diminui a quantidade de pensamentos vagos
  8. A meditação ajuda no bem estar psicológico
  9. Aumenta a quantidade de emoções positivas
  10. Ajuda a se concentrar mais, aumentando sua atenção no dia a dia

Como aliar a meditação com corrida?

Focar na respiração, na pisada, em como o seu corpo está reagindo ao exercício físico são formas de meditação já que você está esvaziando sua mente de todos os problemas cotidianos e focando no presente, no aqui e no agora.

Tentar resolver problemas causa um certo estresse e cansaço, se liberar desses pensamentos por um tempo ajuda a liberar esse estresse. Provavelmente você já medita em certo nível enquanto se exercita. Você presta mais atenção no que está acontecendo a sua volta ao invés de ficar pensando e repensando nos problemas que você pode estar passando.

Para tentar explicar melhor, foi isso que a Monja Coen, a líder do zen-budismo no brasil e praticante da corrida de rua, falou em uma entrevista sobre o assunto:

“A atenção fica no presente, na respiração, na pisada. E ser zen é isso; é estar presente, ativo, compromissado. Assim como o corredor que vai fazer uma maratona, a meditação exige disciplina diária, paciência, persistência. O correr zen é observar a sua respiração, os movimentos do seu corpo, o pulsar ritmado do seu coração, é sentir a brisa, observar o nascer-do-sol, o canto dos pássaros, as folhas caindo das árvores. Essa é uma forma de meditação em movimento.”

Existem benefícios da meditação “exclusivos” para corredores?

Não exatamente exclusivos, todo mundo pode usufruir desses benefícios, porém, são muito importantes para pessoas que praticam algum esporte.

Dar atenção ao seu corpo e a como ele está se comportando durante a corrida pode te ajudar a descobrir seus limites reais, já que o que te faz parar antes do tempo geralmente é sua mente achando que você não aguenta mais.

Pare um pouco de pensar que não consegue mais continuar e preste atenção na dor física que você está sentindo:

Ela realmente está tão insuportável assim ou é apenas tua mente te fazendo acreditar que está doendo muito?

Além disso, essa atenção extra dada ao seu corpo e aos seus movimentos, podem te fazer perceber caso esteja fazendo alguma coisa errada e evitar lesões!

Passo a passo para implementar a meditação na corrida

  1. Para começar, sente em alguma superfície reta, mantenha sua coluna ereta, a postura é importante para que a passagem de ar vá até a base da coluna.

  1. Inspire e expire profundamente algumas vezes. Inspire pelo mesmo tempo que você expirar.

  1. Deixe a mente leve, isso não significa que você deve se forçar a parar de pensar, isso não dá certo. Mas permita que os pensamentos apareçam e desapareçam, não se apegue à um pensamento.

  1. Levante e preste atenção na terra abaixo de você, como se você tivesse aterrissado, com o tempo isso pode te ajudar a entender que a partir daquele momento, durante o seu treino, você estará apenas no presente e não deixará o futuro ou o passado atrapalharem isso.

  1. Faça alongamento usando a técnica de respiração do segundo passo, ficando mais solto a cada expiração.

  1. Comece a correr e preste atenção no seu corpo, na sua respiração, no toque do seu pé com o chão, na forma que você mexe seus braços...

  1. Depois de um tempo, com a respiração controlada, comece a perceber o ar, preste atenção em como o ar entra nos seus pulmões e sai.

  1. Converse com seus pensamentos, assim que alguma coisa aparecer na sua mente, prometa que vai cuidar daquilo assim que acabar sua meditação. Isso vai te ajudar a manter o foco na meditação. Se a conversa não funcionar, volte o foco à sua respiração e ao sentimento do pé tocando o chão.

  1. Ao terminar a corrida, permita que sua respiração volte ao normal calmamente e alongue-se novamente, dessa vez inspirando e expirando pelo nariz.

  1. Agradeça pelo tempo dedicado em você mesmo e volte ao estado normal, percebendo que você estava em estado meditativo.

Compartilhe nas redes sociais: