Carrinho

Ver iten(s)

Pular corda ajuda na corrida

Desde o aumento da resistência até a tonificação de músculos importantes na corrida, saiba os benefícios dessa brincadeira de criança!

12/10/2020

Além de ser uma modalidade barata, pular corda contém vários benefícios para nós, corredores. Aumentar o equilíbrio e a coordenação motora são alguns deles, mas, com certeza para o corredor, o maior benefício é o aumento da resistência. Quer saber mais? Acompanha nosso post!

As vantagens

Corda

Como posso começar?

Cuidados extras

As vantagens

Pular corda pode tem muitas vantagens, incluindo:

  • Queima de calorias rápida e eficiente.
  • Pode ser praticada em quase qualquer lugar.
  • Melhora o fôlego, a resistência e o condicionamento físico como um todo.
  • Aumenta a agilidade, a coordenação, o equilíbrio e melhora a estrutura dos pés.
  • Como mexe com o ritmo dos batimentos cardíacos, a atividade física aumenta a saúde cardiovascular.
  • Tonifica os músculos das pernas, braços, abdômen e outros.

Como pular corda não é segredo pra ninguém, mas existem alguns cuidados que devemos ter para aproveitar da atividade ao máximo.

Corda

Caso você esteja começando a pular corda, experimente comprar uma corda de PVC, elas são mais leves e ajudam você a aumentar a velocidade com mais facilidade.

Para saber qual é o tamanho certo da corda, é recomendado fazer um teste:

Segure sua corda e deixe que ela encoste no chão, depois, pise com ambos os pés juntos em cima da corda e estique ela para cima. A corda no comprimento certo deve ficar na altura do seu peito, próxima às suas axilas.

Como posso começar?

Como qualquer tipo de exercício físico, é provável que no começo você se canse rapidamente. Você como corredor já entende que é preciso de paciência e perseverança para conseguir evoluir aos poucos, pular corda não é diferente.

No começo, é interessante você começar com sessões de dois minutos e, conforme vai melhorando seu fôlego, você pode ir aumentando esse tempo.

Treinos com corda trazem os melhores resultados quando duram de 20 a 40 minutos. Claramente você não vai ficar todo esse tempo pulando corda normalmente, é possível variar para complementar o exercício.

  1. Aumente o ritmo.

Alterne a velocidade, pule devagar por um minuto e, nos próximos 30 segundos, aumente a velocidade até sentir seu coração acelerar, diminua o ritmo novamente. Repita esse exercício por 10 minutos.

  1. Viradas duplas.

As viradas duplas são quando você gira a corda duas vezes em um pulo só. Para fazer isso, você deve pular mais alto que o normal e girar a corda rapidamente por baixo dos seus pés duas vezes antes de encostá-los no chão novamente.

Repita isso por cinco a dez vezes, depois volte a pular devagar pelo próximo minuto para descansar.

  1. Uma perna .

Pule mais ou menos 20 vezes com uma perna só e depois troque de perna. Durante o intervalo volte a pular com os dois pés. Faça o exercício por 10 minutos.

Cuidados extras

Assim como a corrida, pular corda é um exercício de alto impacto já que em cada salto o peso corporal é multiplicado várias vezes na aterrisagem. E assim como existe o tênis ideal para corrida, existem tênis ideais para exercícios com saltos, com amortecedores feitos para isso.

As mulheres devem prestar atenção em outra parte do corpo durante essas atividades de alto impacto:

Os seios.

Sem um top de alta sustentação, o exercício pode corromper os ligamentos de Cooper, responsáveis pela sustentação da mama. Ou seja, com o tempo e sem a sustentação necessária, tanto a corrida quanto pular corda (e vários outros exercícios) podem aumentar a flacidez mamária ao longo do tempo. Por isso a impostância de um top com uma boa sustentação!

E aí, você acha que consegue incluir esse exercício na sua rotina de treinos? 😉

O top de alta sustentação da Ciacool é ideal para mulheres que praticam atividades de alto impacto


Compartilhe nas redes sociais: